CONHECENDO CAPITÓLIO - O MAR DE MG


Hoje vamos falar de um destino que está cada vez mais procurado pelos brasileiros, Capitólio. O lago de furnas, também conhecido como “mar de minas” fica localizado na cidade de Capitólio e possui atrativos como, passeios de chalana ou lancha, cachoeiras, praias e cânions com águas cristalinas. É um passeio indicado para aventureiros e famílias. Capitólio fica a 440 Km de São Paulo e 280 Km de Belo Horizonte. Veja aqui nosso post que explica como chegar em Capitólio e onde se hospedar por um precinho camarada. Nosso primeiro dia de passeio, conhecemos a Serra da Canastra e no segundo dia fizemos um passeio de lancha nos Canyons de Furnas.


A saída das lanchas está localizada na Ponte do Rio Turvo, na MG-050, Km 306, 12 Km da cidade de São José da Barra, 22 Km de Capitólio e 75 Km de Carmo do Rio Claro, o ponto de referência é o Restaurante do Rio Turvo.
Fiquei com medo de não conseguir vaga no dia e perder o passeio e por isso fiz minha reserva antecipa com o Edinho,  pesquisei algumas agências que praticavam o mesmo preço, mais gostei do atendimento do Edinho e resolvi reservar com ele. No dia tinham poucos turistas e não teríamos problemas de fechar o passeio na hora. Existem muitas empresas vendendo os passeios no local.
Estava querendo fazer o passeio de Chalana que custava R$ 45,00 por pessoa, mas no domingo que estávamos lá não teve este passeio. Assim optamos pelo passeio de lancha que custou R$ 70,00 por pessoa. Para quem quiser fazer o passeio de Chalana, é possível fazer a reserva antecipada no site. O passeio tem duração de 3h a 3h50
Saímos de Piumhi por volta das 8h da manhã, pegamos muita neblina no caminho e não conseguimos apreciar as paisagens. Chegamos na ponte do Rio Turvo por volta das 8h40. Como chegamos cedo, pois nosso passeio estava marcado para as 10h, pedimos informações e fomos para o mirante dos Canyons. O mirante fica na beira da estrada, o local fica uns 6 km do Restaurante do turvo, do lado esquerdo da rodovia. O local não possui placas, mais até que foi fácil encontrar, pois tinham alguns carros estacionados e um menino vendendo sorvete, segue localização 
A vista dos Cânions é incrível e vale a pena passar por lá para tirar as fotos clássicas de Capitólio rs.
Voltamos para a ponte e embarcamos para nossa aventura. Se não me engano na lancha cabem umas oito pessoas, ,mas no dia fomos em quatro. Foi bem legal, pois estávamos em poucas pessoas.
Saímos em direção ao Canyon Vale dos Tucanos onde paramos e nadamos um pouco.


Depois seguimos em direção ao Canyon da Cascata, neste local não foi possível descer, mais a lancha chega bem perto da Cachoeira da Cascatinha para tirarmos várias fotos.
Depois seguimos para entrada do Canyon da Cascatinha onde temos duas quedas (da cuada e de cuadinha). Neste local paramos por alguns minutos e nadei até uma das quedas.


Depois seguimos para a mais bonita cachoeira do passeio, a Lagoa Azul. Nos finais de semana e feriados é cobrada uma taxa de R$10,00 para subir até cachoeira, uma dica, pague!! Vale muito a pena conhecer… olhem a cor dessa água… É lindo gente!!



Também é possível ir para a Lagoa azul por terra, a mesma está localizada ás margens da rodovia MG 050 sentido barragem.
O complexo possui vários pontos para banho e duas belas cachoeiras, a primeira é a do Lago Azul com águas cristalinas e a de baixo deságua direto na represa.
Ficamos uns 20 min por lá, assim chegamos ao final do passeio e retornado a ponte do Rio Turvo. No total foram 2 horas de passeio. Como tínhamos pouco tempo, o passeio de lancha foi a melhor opção, pois é mais rápido e permitiu que tivemos mais tempo para conhecer o Paraíso Perdido.
O Paraíso Perdido está localizado na rodovia municipal SBG 387 Km 4,5, entrada pelo Km 321 da MG 050 entre Passos e Capitólio, fica na cidade de São João Batista do Glória, existem várias placas na estrada. Você entrará em uma estrada de chão e seguirá por aproximadamente 4km. Lá possui oito cachoeiras e  dezoito piscinas naturais com até dezoito metros de profundidade, porém a água é tão transparente que aparenta ter um metro. É possível ver o chão e os peixes com perfeição. O lugar possui uma boa estrutura com uma lanchonete/restaurante, banheiros com chuveiros de água quente, área para camping com pias, tanque, mesas e churrasqueiras debaixo de árvores.  segue o link: Paraíso Perdido
Chegamos no local e pagamos uma taxa de R$ 35,00 por pessoa. No dia o restaurante não estava funcionando e não tinham turistas no local. Ninguém nos acompanhou na trilha, apenas nos orientaram a seguir os pés vermelhos pintados nas pedras para sabermos onde pisar.


A trilha é nas pedras e por isso vá preparado com calçado e roupas apropriadas. A trilha é fácil, mas as pedras são muito lisas e por isso tome CUIDADO.. Na parte mais lisa, possui cordas que ajudam no deslocamento. Na época de chuvas tomem cuidado com as trombas d’água pois a trilha é pelas pedras da cachoeira e em muitos locais temos que pisar na água. Sugiro fazer esse passeio durante a época de secas (maio a setembro) para aproveitar todo dia.



Passamos por piscinas naturais até chegar a esta cachoeira, como não havia ninguém para orientar, pensamos que fosse a última, mas olhando em outros blogs descobri que não era. É possível escalar o paredão e chegar a Cachoeira da Juventude.

Deixe nos comentários se gostou ou se tiver outras dicas :D
E não deixe de ler o Post sobre a Serra da Canastra,
Próximo
« Post Anterior
Anterior
Próximo »